30 outubro, 2008

Participe do Mutirão do Lixo Eletrônico

image

Começa hoje na capital do São Paulo e em várias cidades do Interior (confira a lista completa aqui) o mutirão do Lixo Eletrônico, uma campanha que visa a coleta de produtos eletrônicos, pilhas, baterias e outros materiais que não podem ser descartados no lixo comum, além da conscientização da população quanto ao risco que este materiais causam quando descartados na natureza.

Com uma produção anual de 2,6 kg por habitante, o Brasil contribui com menos de 1% das 50 milhões de toneladas de resíduos eletrônicos geradas, todos os anos, em todo o mundo. Mas isso não deve ser motivo para nos despreocuparmos, pois a indústria eletrônica continua em expansão. Basta ver que, em 2007, foram comercializados no país 10,5 milhões de computadores e, segundo a Associação Brasileira da Indústria Elétrica e Eletrônica – ABINEE, o crescimento estimado das vendas, para este ano, é de 28%.

É por este motivo que a Secretaria do Meio Ambiente do Estado – SMA programou, para o próximo dia 30 de outubro, o “Mutirão do Lixo Eletrônico – Recicle, não descarte essa idéia” que acontecerá, simultaneamente, em 372 municípios, além da Capital, com uma série de atividades de conscientização, além da coleta de celulares, pilhas e baterias, e orientações para a adequada destinação de equipamentos como microcomputadores, impressoras e outros aparelhos eletrônicos.

O objetivo do mutirão é conscientizar a população sobre a importância da destinação correta do lixo eletrônico, cujos componentes, especialmente os metais pesados, podem causar danos ao meio ambiente e à saúde humana. Para isso, estão sendo instaladas cerca de duas mil urnas nas prefeituras que confirmaram a sua adesão ao mutirão. Na Capital, a coleta será feitas nas estações do Metrô e da Companhia Paulista de Trens Metropolitanos - CPTM, terminais da Empresa Metropolitana de Transportes Urbanos – EMTU, além de postos nas lojas do Carrefour, parques, órgãos do governo, subprefeituras e empresas.

Estão sendo distribuídos, ainda, minicoletores que podem ser dispostos em mesas de trabalho para armazenar celulares, pilhas e baterias inservíveis, e posterior encaminhamento para as urnas ou postos de coletas mantidos por supermercados, órgãos públicos e empresas.

Para esclarecer as dúvidas de empresas e outros interessados em participar do mutirão, a Secretaria do Meio Ambiente criou uma página com as orientações necessárias: www.ambiente.sp.gov.br/mutiraodolixoeletronico. Nessa página, além de tirar as dúvidas, constam os endereços de entidades que recolhem computadores, impressoras e outros aparelhos eletrônicos para reciclagem ou para reaproveitamento em projetos de inclusão digital.

Fonte: Cetesb

Nenhum comentário:

Postar um comentário